Configurar Lucro Real

Filtros


Atalhos para busca

Objetivo

Lucro Real é uma opção de tributação para apuração do Imposto de Renda (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) da pessoa jurídica.

Nessa aplicação serão configuradas as informações fiscais necessárias para a realização da Apuração, como:

  • Alíquota;
  • Estimativas;
  • LAIR;
  • Parte A Adições/Exclusões;
  • Parte B;
  • Deduções;
  • Contabilização.

Após definir o tipo de apuração que a empresa esta sujeita, em Formas de Tributação do Lucro o usuário deverá configurar àquela que lhe compete .

A configuração é única por Plano de Contas cadastrado, ou seja, se houver duas ou mais Matrizes distintas que utilizem o mesmo plano de contas e estão sujeitas ao mesmo regime de tributação, a configuração do Lucro Real será realizada uma única vez.

Caminho

Abaci > Configurações > Lucro Real – ABA_00018

Pré-Requisitos e Restrições

Possuir acesso ao módulo Abaci Web e suas aplicações.

Realizar as configurações nas Tabelas Padrão SPED – ECF

Passo a Passo

Acesse a aplicação e selecione um plano de contas a ser configurado:

Imagem 1 – Lucro Real

Configure as informações de cada uma das abas abaixo:

Alíquotas

Configure todos os campos conforme conceitos abaixo:

  • IRPJ: Informar a alíquota de IRPJ que a empresa está submetida, sem considerar a alíquota adicional.
  • CSLL: Informar a alíquota de CSLL que a empresa está submetida.
  • Adicional IRPJ: Informar a alíquota adicional do IRPJ que será aplicada somente quando a base de cálculo ultrapassar o valor especificado no campo Aplicar adicional a partir.
  • Compensação Máxima: Informar o percentual de compensação máxima que o Fisco permite utilizar de prejuízos auferidos em exercícios anteriores com a finalidade de redução da base de cálculo da apuração atual.
  • Aplicar Adicional a Partir: Valor base mensal que a alíquota adicional IRPJ será aplicada. O valor informado neste campo é multiplicado pelo número de meses respectivos ao período de apuração.

Exemplos:

  1. Empresa Lucro Real Trimestral: Para empresas enquadradas neste regime, o período de apuração/fechamento é trimestral. Supondo que informemos o valor de adicional na importância de R$ 20.000,00, logo o adicional será aplicado somente se a base de cálculo no fechamento trimestral ultrapassar R$60.000,00 (20.000,00 x 3 meses).
  2. Empresa Lucro Real Anual: Para empresas enquadradas neste regime, o período de apuração/fechamento é anual. Supondo que informemos o valor de adicional na importância de R$ 20.000,00, logo o adicional será aplicado somente se a base de cálculo no fechamento anual ultrapassar R$240.000,00 (20.000,00 x 12 meses).
Imagem 2 – Lucro Real

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

Estimativa

Nessa aba o usuário deverá informar os registros a serem considerados para cálculo por estimativa.

Clique em Adicionar um novo registro:

Imagem 3 – Lucro Real

Informe uma Descrição, os percentuais de IRPJ e CSLL e os Códigos do SPED de IRPJ e CSLL. Os campos %IRPJ e %CSLL correspondem ao percentual presunção da base de calculo que será utilizado para cálculo do imposto.

Imagem 4 – Lucro Real

Nota: Os códigos SPED de IRPJ e CSLL são cadastrados por meio da aplicação Tabelas Padrão SPED- ECF. 

Clique para que seja possível vincular as contas que irão compor a base de cálculo de Estimativa. Ao clicar na seta uma tela com os campos Conta e Descrição serão exibidos e, para vincular uma determinada conta, localize-a na árvore do plano de contas, clique e segure com o botão esquerdo do mouse e arraste a conta até o campo correspondente:

Imagem 5 – Lucro Real

Nota: Se for arrastada uma conta Sintética, o sistema vinculará todas as contas analíticas a ela vinculada.

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

LAIR

Na aba LAIR devem ser informadas todas as contas de natureza de Receita e Despesa para cálculo do Lucro Antes do Imposto de Renda.

Para vincular uma conta, localize a conta na árvore do Plano de Contas, clique e segure com o botão esquerdo do mouse e arraste até o campo específico, sendo os campos:

  • Conta: Número da Conta
  • Descrição: Descrição da Conta
  • Tributo: Tipo de Tributo, sendo: IRPJ, CSLL e Ambos
Configurar Lucro Real

Nota: Se for arrastada uma conta Sintética, o sistema vinculará todas as contas analíticas a ela vinculada.

Repita este processo até que todas as contas necessárias tenham sido vinculadas.

Por padrão, todas as contas vinculadas já vêm no campo Tributo o valor de Ambos selecionado, mas é possível realizar a edição, clicando sobre o botão representado pelo ícone do lápis.

Editar Tributo

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique em ABACIWEB BOTAOSALVAR.jpg para salvar as alterações.

Parte A – Adições/Exclusões

Na aba Parte A Adições/Exclusões o usuário deverá informar as contas de resultados cujo saldo deve ser adicionado/estornado ao valor do resultado para fins de cálculo do IRPJ e CSLL.

Para cadastrar, adicione um registro:

Imagem 7 – Lucro Real

Informe um CódigoDescriçãoTipo e Códigos da Tabela SPED que representem o Impacto no Lucro Real que este registro realizará:

Os códigos SPED de IRPJ e CSLL são cadastrados por meio da aplicação Tabelas Padrão SPED – ECF. 

Ao adicionar um novo registro ou editar um existente, no campo Código SPED CSLL ou no campo Código SPED IRPJ  retornará a tabela completa e atualizada conforme leiaute 5 das opções de Adição, Exclusão e Compensação de Prejuízos, respeitando o Tipo selecionado.

A partir do leiaute 5 foram incluídas as seguintes informações da tabela M350 referente a CSLL:

  • Alimentar linhas de adições, conforme coluna TIPO LANC igual a A da
    Tabelas_adições_exclusões_LR_ CSLL.
  • Alimentar linhas de Exclusões, conforme coluna TIPO LANC igual a E da
    Tabelas_adições_exclusões_LR_ CSLL.
  • Alimentar linhas de Compensação de Prejuizos, conforme coluna TIPO LANC igual a P da
    Tabelas_adições_exclusões_LR_ CSLL.

E inclusão na tabela de adições, exclusões e compensação de prejuízos referente a IRPJ:

  • Alimentar linhas de adições, conforme aba Adições da Tabelas_adições_exclusões_LR.
  • Alimentar linhas de Exclusões, conforme aba Exclusões da Tabelas_adições_exclusões_LR.
  • Alimentar linhas de Compensação de Prejuízos, conforme aba Compensação de Prejuízos da
    Tabelas_adições_exclusões_LR.
Imagem 8 – Lucro Real

Clique para vincular as contas aos Tipo de Impacto:

Localize a conta na árvore do Plano de Contas, clique e segure com o botão esquerdo do mouse e arraste até o campo específico:

Imagem 9 – Lucro Real

Após definir quais contas irão compor a Parte A do Lucro Real é necessário que esses impactos sejam associados aos lançamentos contábeis para que os saldos desses lançamentos possam compor o saldo dos Impactos do Lucro Real a serem demonstrados na Apuração IRPJ/CSLL.

O vínculo poderá ser realizado em dois momentos distintos, são eles:

  1. Na escrituração do Lançamento: Quando a conta está vinculada a um registro da Parte A do LALUR, ao selecionar a conta para realização de um determinado lançamento, o sistema exibirá uma caixa de seleção para que o usuário selecione o impacto que o lançamento apresentará no LALUR.
  2. Após a escrituração do Lançamento: Utilizando a aplicação de Consulta de Lançamentos da Parte A LALUR.

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

Parte B

Na aba Parte B será realizado o controle das informações com e sem reflexos na parte A. Para vincular os lançamentos da Parte B como reflexo de lançamentos da Parte A, é necessário que primeiramente os lançamentos da Parte A tenham sido cadastrados e Salvos.

Na Parte B incluem-se os valores que afetarão o Lucro Real de períodos-base futuros, como, por exemplo: Prejuízos a Compensar, Depreciação Acelerada Incentivada, Lucro Inflacionário Acumulado até 31.12.1995, etc.

A partir do leiaute 5 da ECF é exigido o detalhamento das informações que se referem a parte B, de acordo com uma tabela padrão especificada pela Receita Federal Brasileira.

Essas informações serão configuradas e retornadas das Tabelas Padrão SPED- ECF com os valores padrões que deverão ser vinculados ao cadastro da Parte B na configuração do Lucro Real.

Clique em Adicionar novo registro:

Imagem 10 – Lucro Real

Informe um CódigoDescrição, a qual Tributo o evento da Parte B se refere e o Código da Tabela Padrão RFB.

Nota: Se o evento da Parte B for oriundo de um Impacto da Parte A, associe o impacto da Parte A no campo Código de Origem. Se o evento da Parte B não estiver relacionado com os Impactos da Parte A, este campo não deverá ser configurado.

Imagem 11 – Lucro Real

Para consultar o Código da Tabela Padrão RFB, clique na lupa. Um filtro será aberto. Utiliza qualquer um dos campos para buscar os códigos ou clique no Modo de Exibição em tabela para verificar todos.

Imagem 12 – Lucro Real

Após o preenchimentos dos campos, clique no ícone de inserir.

Clique para vincular um Lançamento de Saldo ao evento da Parte B:

Selecione o ícone Adicionar novo registro e informe os campos EmpresaData de CriaçãoData LimiteSaldo Inicial e a Natureza(D/C) do Saldo:

Imagem 13 – Lucro Real

Clique para finalizar o lançamento do Saldo.

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

Deduções

Na aba Deduções o usuário deverá criar o registro de cada uma das deduções legais a que possui direito, sejam elas para o IRPJ, CSLL ou ambos. Os registros lançados nessa aba estarão disponíveis para configuração na aba Contabilização, para que sejam vinculadas contas e partidas que representem esses registros.

Clique em Adicionar novo registro :

Imagem 14 – Lucro Real

Informe uma DescriçãoCódigo SPED IRPJ e Código SPED CSLL :

Os códigos SPED de IRPJ e CSLL são cadastrados por meio da aplicação Tabelas Padrão SPED -ECF.

Imagem 15 – Lucro Real

Clique para finalizar o registro da Dedução.

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

Contabilização

Na aba Contabilização o usuário define como serão contabilizadas as partidas correspondentes à escrituração dos Impostos (IRPJ e CSLL), Adicionais (IRPJ) e Deduções.

Para vincular as partidas de contabilização, selecione o Imposto a ser configurado. Posteriormente clique para que possa associar as contas de partidas

Localize a conta na árvore do Plano de Contas, clique e segure com o botão direito do mouse e arraste até o Evento do Lucro Real correto, soltando-o sob a Partida a qual a conta representa, sendo Débito ou Crédito.

Imagem 16 – Lucro Real

Veja abaixo um exemplo de parametrização:

Imagem 17 – Lucro Real

Nota Embora possam ser definidas previamente as partidas, ao realizar a apuração dos impostos, o usuário poderá definir manualmente uma contabilização distinta da cadastrada nas configurações

Após informar/configurar todos os campos necessários, clique para salvar as alterações.

Aula Interativa

O GPS Consinco guia você! Assista a nossa aula interativa para ter uma experiência de uso passo a passo desta atividade, e conseguir chegar ao seu objetivo!

Aulas Interativas
   Clique aqui e acesse a Aula 1 – Alíquotas e Estimativa
   Clique aqui e acesse a Aula 2 – LAIR e Parte A Adições/Exclusões
   Clique aqui e acesse a Aula 3 – Parte B, Deduções e Contabilização

Atividades Relacionadas

Apurar IRPJ/CSLL – Lucro Real Trimestral Balanço de Suspensão

Este artigo foi útil para você?
Sim
Não
Confirmar que o artigo não foi útil