Nota de Versão – Integração com a NDD Cargo para geração de CIOT – 207475

Filtros


Atalhos para busca

Implementação

O Código Identificador da Operação de Transportes (CIOT), trata-se de um código obtido apenas por meio do cadastramento da operação de transporte no sistema da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

A sua principal utilidade é regulamentar o pagamento do frete ao prestador do serviço de transporte, nele se tem um número único, que deve constar no Contrato de Transporte, no CTe ou ainda no MDFe.

Quando o CIOT deve ser gerado?

De acordo com a Resolução nº 5862 do dia 17 de dezembro de 2019, o CIOT deve ser gerado em todas as operações de transporte contratadas. Antes disso, o CIOT era obrigatório apenas quando contratado Transportador Autônomo de Carga (TAC) ou TAC equiparado.

Quem deve gerar o CIOT?

Toda empresa que contrata motoristas autônomos, cooperativas, frotas terceirizadas, empresa de transporte de carga (ETC) ou cooperativa de transporte de carga (CTC), devem gerar o CIOT.

Prazo obrigatório para envio

De acordo com a nova redação da norma, as Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete (IPEFs) têm, agora, até o dia 15 de abril de 2020 para adequar seus sistemas informatizados.

Pré-Requisitos e Restrições

Para a geração do CIOT será necessário a instalação do módulo NDDCargo que deverá ser solicitado junto a NDDigital.

Ter atualizado o sistema para versão em que foi liberada a iniciativa 207475 ou versão superior.

Habilitar a configuração Responsável pelo contrato de NDD e informar o Ponto Emissor somente na empresa que assinou o contrato com a NDD.

MaxParametro >Parâmetros >Empresa – MAX0041 Aba CT-e/ MDF-e.

Imagem 1 – Configuração da empresa

Instruções para Utilização

Para visualizar como Gerar CIOT, clique aqui e consulte a documentação.

Para Instalar o Serviço de Integração Consinco com NDD Cargo, clique aqui.

Este artigo foi útil para você?
Sim
Não
Confirmar que o artigo não foi útil